domingo, 21 de fevereiro de 2010

Tocar violoncelo em uma banda de rock - Parte 2: equipamentos - captando o som do seu cello



Oi, pessoal! Hoje vamos falar um pouco sobre alguns equipamentos necessários à ampliação do som do violoncelo, que é uma parte essencial na hora de se fazer a conversão do violoncelo (acústico) para um instrumento plugado.

Lembrando que tudo o que eu tô dizendo aqui se baseia em experiências pessoais e pesquisas 'internéticas', portanto, sintam-se à vontade para concordar/discordar/comentar/acrescentar, belê?

Bom, o primeiro passo na hora de se fazer essa 'conversão' é escolher de que forma você deseja captar o som do seu cello: se por meio de microfonação ou por meio de captadores de contato. Ambas as formas tem as suas nuances e características, portanto, vai do gosto do músico e do som que ele quer obter, okay? :P

1 - Microfonação



Nesse sistema, basicamente, você posiciona um microfone (especialmente desenvolvido para se captar o som de instrumentos acústicos, de preferência) a uma certa distância dos "F's" (f-holes), a fim de se captar o som tal qual ele sai do instrumento.

A grande vantagem desse tipo é captar o timbre real do seu violoncelo, com aquele acústico natural. A grande desvantagem é que dificilmente o microfone irá captar SOMENTE o som do cello, mas sim toda a ambiência do lugar. Quando se está tocando em um teatro ou sala fechada, tudo bem, mas em lugares abertos é horrível, não recomendo mesmo.

'Microfonação' faz a alegria dos 'puristas'... rsrsrs


2 - Captadores de contato


* Este é um modelo mais simples. Basta encaixá-lo na abertura do cavalete, sem muito esforço, podendo ser retirado a qualquer momento.

Existem vários modelos atualmente no mercado, desde aqueles mais invasivos (requerem mudanças radicais no seu instrumento) aos mais simples e práticos (só precisam ser encaixados/presos no cavalete). Consistem geralmente de um pedaço de metal que fica preso junto ao cavalete, com uma saída/rabicho na qual você deve introduzir um cabo.


* Esse é o modelo que uso atualmente. Dá um pouco de trabalho para encaixá-lo embaixo do cavalete, mas ele é muito bom. Pode ser encontrado aqui.

A grande vantagem desse modelo é que a captação é mais poderosa (em termos de volume, já que ele fica em contato direto com o corpo do cello), além de ser bastante prático (não precisa montar uma estrutura de microfones, basta plugar o cabo e pronto). A desvantagem é que o timbre nunca sai 100% fiel ao seu instrumento. Mas este é um problema que pode ser contornado com o uso de equalizadores.

Então é isso, meus caros. O ideal é testar ambas as formas e ver qual a que mais se adequa ao som desejado, pois todas elas tem prós e contras. No próximo post vou falar um pouco sobre pedais/pedaleiras e amplificadores. See ya! o/

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossa muito bom! Unico lugar que encontrei qualquer coisa mais consistente sobre plugar o Violoncelo!
Gostei do blogue visitarei com mais calma. Meus parabens!!

Andreas disse...

Grande Mouse!!
Cara, dúvida; você usa Black Bug?
Forte Abraço!!

Tommy Moura disse...

Muito bacana, simples e objetivo.
Estou iniciando neste mundo do Cello e preciso microfone o meu nos eventos. Me deu uma boa Luz.
Você indica algum especifico tanto usando um microfone, quanto algum de contato?
Obrigado