quinta-feira, 5 de março de 2009

Damien Rice BBC Four Sessions


Falando em Lisa Hannigan no post anterior,


Segue aqui o .AVI do maravilhoso registro ao vivo “Damien Rice – BBC Four Sessions”.


Embora já há alguns anos acompanho a carreira deste cidadão, nunca escrevi nada a respeito do mesmo por aqui, apenas das suas co-parceiras de composição, a Srta. Hannigan e a Srta. Long. Explico: Não vou com a cara dele.


Mas musicalmente falando dou o braço a torcer, o cara é bom; e também injetou sangue novo em um mercado musical que estava saturado de bandas sem nenhuma representatividade real, isto é, meros produtos a serem comercializados no mercado. Música cheia de uma atmosfera toda própria. Música de coração. Sofisticada. Delicada. Intimista. Dou o mérito a ele por mostrar que musicalmente dizendo; muitas vezes a simplicidade aliada a uma atitude despretensiosa realmente é o que há de mais sofisticado.


– Mas ainda assim, me dou o direito de não ir com a cara dele.


O maior problema quando um artista como o Sr. Rice atinge o estrelato, é a quantidade de sub-produtos musicais que são despejados no mercado logo na seqüência, tentando seguir a trilha de sucesso criado pelo artista original; e na grande maioria dos casos, atingindo resultados medíocres e esgotando a fórmula até que a mesma se torne cansativa; mesmo quando re-utilizada pelo seu criador. Isso justifica por exemplo, a inexplicável ascensão à fama, de James Blunt; ou então aquela versão bizarríssima de "The Blower's Daughter" "Abrasileirada" na voz de Ana Carolina, conhecida por "É isso aí" (Aliás, deveriam existir leis contra essas bizarrias)


Mercado, enfim...


Damien Rice é figura extremamente competente em seus shows ao vivo, e quem teve a oportunidade de ver alguma se suas apresentações sabe que um registro
das mesmas, não reflete sequer 1/10 do que as mesmas são, quando se está ali de corpo e alma presente. E veja, isto não significa que seus álbuns ao vivo sejam ruins, muito pelo contrário; são ótimos! ...talvez então, isto dê uma vaga idéia de como eram suas apresentações antes da “partilha” entre seus colaboradores originais.


Por outro lado, resolvi postar este vídeo ao vivo, pois, o mesmo sustenta uma interessante teoria que creio ter sido comprovada por estas horas. Quando houve a “partilha” em março de 2007, a parcela mais Xiita dos fãs de Damien Rice que o mesmo não perdera nada com a saída de Lisa Hannigan e Vyvienne Long.


Pois bem.


Acho que este é um excelente vídeo póstumo daquelas épocas, que por hora, diz justamente o contrário... A não ser, claro; que Damien Rice solte algo realmente genial nos próximos tempos...


Veremos.


É um belíssimo show.


Links:

















Parte 1
Parte 2
Parte 3





Um comentário:

mauriciolondrina disse...

Olá... as partes 2 e 3 destes links não esta funcionando.
Não teria como postar de novo ou me mandar os link pro e-mail.
Ficaria muito grato, pois não estou conseguindo achar este show em mais nenhum lugar.
Obrigado!
mauriciolondrina@gmail.com