terça-feira, 21 de abril de 2009

Violinos, Cello, Rock Pt.19 – Judgement Day



Destrinchando todo o potencial musical de seus instrumentos, os irmãos Anton e Lewis Patzner – Violinista e Violoncelista - vem desde 2002 criando, praticando e explorando novas texturas sonoras pelas ruas de Oakland.


Embora costumem definir sua música como “String Metal” - um forte indicativo da sonoridade e estilo que exploram - eles pouco tem a ver com as inúmeras bandas que tem surgido no cenário musical e que fazem uso de instrumentos clássicos. Analisando suas composições musicais, podemos perceber uma forte influência da música progressiva, heavy metal virtuose e talvez algo que poderíamos quem sabe classificar como hardcore, usando uma variedade bastante grande de pedais de efeitos tanto para guitarras como para baixo.


Deste caldeirão, o resultado final é ainda mais amplificado quando entra em cena o baterista Jon Bush fazendo sua marcação cerrada em algumas das faixas.


Atingindo certa fama neste nicho musical, ainda em 2002 eles resolvem gravar e produzir por conta própria seu primeiro trabalho comercial, um EP contendo 7 músicas em uma tiragem de 500 cópias, hoje fora de catálogo; o que lhes abriu as portas para a realização de shows completos em palcos, embora em um nível regional.


Apesar de serem muito bem recebidos nestes primeiros shows, tais apresentações foram marcadas por uma série de problemas quanto ao som devido a dificuldade de amplificar e utilizar efeitos em instrumentos acústicos; embora eventualmente a banda acabasse por acertar o seu equipamento bem como fazer funcionar a sua música no formato de shows em palcos.

Em novembro de 2004 eles colocam no mercado seu primeiro long play, o “Dark Opus”, e o mesmo imediatamente ganha destaque na imprensa local bem como online. Inteiramente gravado e produzido por eles, a sonoridade apresentada apesar de bastante pesada, apresentava vários interlúdios mais suaves bem como passagens inteiramente orquestradas, sendo usada em uma das faixas, inclusive, um coral completo.


No entanto, infelizmente o Judgemente Day foi colocado na geladeira logo após este lançamento, quando o Violoncelista Lewis Patzner começou a focar sua atenção em seu bacharelado no Cello no Conservatório de Musica de Baltimore. Período este em que seu irmão e Violinista Anton, foi recrutado pela banda Indie Bright Eyes, passando a maior parte de seu tempo em tour com eles.

Retornam em 2006 e finalmente em 2008, colocam no mercado seu terceiro trabalho, o E.P. acústico intitulado “Opus 3: Acoustic”, mostrando uma banda com um senso criativo musical muito mais intuitivo do que os trabalhos anteriores.



Clip: Out of the Abyss













Clip bacanudo e meio nonsense recheado de zumbis e o cacete. Detalhe para a cara de Clark Kent nerd do Violoncelista Lewis Patzner e da cara de zumbi aloprado do Violinista Anton Patzner.




Album:
"Opus 3: Acoustic"
















3 comentários:

You've been a very, very naughty little girl.. #)~ disse...

=D primeiramente, depois de MUITO tempo, eu vim agradecer por achar algo da emilie autumn.. violão e pá
fazia muito tempo q eu n entrava no blog. dai hoje eu vi teu comentario la. ^^

ahm, nunca ouvi essa banda, vou ver se acho um material deles pra ouvir.
ando enjoada do que ouço. vlq pela indicação!

abraço!

John Eicca disse...

Oi Andreas!! vc tem idéia aonde eu posso encontrar o "Dark Opus" pa baixar??

Andreas disse...

Fala John, bom?
Cara estou caçando o Dark Opus pluggado, assim que achar posto aqui e te aviso ok's?
Abraço!!